domingo, outubro 21, 2007

Até que a morte os separe


Apesar da doença que o consumia, Autran levou o seu vício até final, fazendo questão de fumar um último cigarro momentos antes da morte, no quarto do hospital.

1 comentário:

Keops disse...

Creio que Autran se encontrava num estado que, não seria a abstenção de mais um cigarro que faria a diferença. Morte pois, porque não com um sorriso nos lábios, mesmo que esse seja um último cigarro. Aliás é típica a imagem de "um último desejo"